Designer de moda catarinense transforma jornal em vestido fashion
11/04/2011
O plano diretor é instrumento básico da política de desenvolvimento
12/04/2011

A política urbana deve buscar o equilíbrio ambiental

A Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001, prevê os objetivos e diretrizes da política urbana.
O Estatuto da Cidade estabelece normas de ordem pública e interesse social que regulam o uso da propriedade urbana em prol do bem coletivo, da segurança e do bem estar dos cidadãos, bem como do equilíbrio ambiental.
A política urbana tem como objetivo ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e da propriedade urbana, mediante algumas diretrizes, dentre elas a garantia do direito a cidades sustentáveis e gestão democrática por meio de participação da população.
Devem ser utilizados para a política urbana os planos nacionais, regionais e estaduais de ordenação do território e de desenvolvimento econômico e social, o planejamento das regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e microrregiões, assim como o planejamento municipal.
Segundo o diretor superintendente da Floram, Gerson Basso, “no planejamento municipal, deve-se priorizar o plano diretor, o zoneamento ambiental, o plano plurianual, diretrizes orçamentárias, planos, programas e projetos setoriais, assim como planos de desenvolvimento econômico e social”.
(PMF, 12/04/2011)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *