Show de Ben Harper no Campeche ainda não tem o sinal verde
31/01/2011
MPF acompanha situação da Comunidade do Papaquara em Florianópolis
31/01/2011

Paisagismo da Beira-mar Norte será inaugurado hoje

Quem caminha pela Beira-Mar Norte, em Florianópolis, já pode desfrutar de um ambiente mais verde. A nova arborização dos 3,5 quilômetros de via será inaugurada hoje, às 20h, perto do elevado Vilson Kleinübing, em frente ao Centro Integrado de Cultura (CIC), onde 25 palmeiras washingtonias vão formar a letra “F” de Florianópolis, iluminadas individualmente. A execução do projeto paisagístico custou R$ 180 mil.

A Beira-Mar Norte agora conta com mais de 200 árvores. São 150 palmeiras da espécie jerivá, além de 30 espécies frutíferas, como araçá, pitanga, ingá, caju, goiaba e ameixa, todas nativas. Nos deques, foram plantadas trepadeiras buganviles. Enquanto os R$ 100 mil dessa parte do projeto foram pagos com verba da Fundação de Meio Ambiente de Florianópolis (Floram), as washingtonias foram bancadas pela empresa Magno Martins, como compensação ambiental de cortes de árvores para a construção de um condomínio no Bairro Itacorubi.

Na inauguração, o prefeito Dário Berger vai descerrar uma placa. Em março, outra etapa da obra se iniciará com o plantio de arbustos e flores. Com 90% das plantas nativas, o projeto é assinado pela arquiteta paisagista da Floram Marisa Fonseca.

– As pessoas que caminham na Beira-Mar vão poder pegar frutas das árvores nativas, muitas delas que eram encontradas em todos os cantos de Florianópolis e hoje quase não se vê mais – observa o superintendente da Floram, Gerson Basso.

A entrega da arborização estava marcada para dezembro, mas a chuva e a maré alta atrapalharam a conclusão. Ela faz parte da reforma da Avenida Beira-Mar. Falta ainda finalizar o novo trapiche – com 5m30cm de largura e 61m80cm de comprimento –, que deve ser entregue em 23 de março, dia do aniversário da cidade. O prazo contratual vai até 30 de março.

Outras obras na via também foram concluídas

Já foram concluídos os deques, calçamento, que passou de 2,5 metros de largura para cinco metros, e o asfalto novo; além do heliponto, em frente ao Hotel Majestic, perto da Praça Celso Ramos. Todas as melhorias estão orçadas em R$ 9 milhões, sendo R$ 6 milhões da Celesc e R$ 3 milhões da prefeitura.

As obras foram feitas em 3,5 quilômetros (área do projeto) da avenida. O restante foi reformado quando a Celesc mudou os cabos subterrâneos de energia elétrica para a ligação da nova subestação Agronômica ao Centro e ao Maciço do Morro da Cruz.

Outras obras

HELIPONTO
– Custo: R$ 400 mil
– Tamanho: 30 metros de largura
por 30 de comprimento
– Localização: em frente ao Hotel
Majestic, perto da Praça Celso Ramos
CICLOVIA
– Custo: R$ 400 mil
– Extensão: 10 mil metros quadrados
– Localização: em toda a extensão da revitalização nos 3,5 quilômetros
CALÇADA
– Custo: R$1,2 milhão
– Medidas: 3,5 quilômetros e 5
metros de largura
– Localização: em toda a extensão
da revitalização, nos 3,5 quilômetros
DEQUES
– Custo: R$ 300 mil
– Quantidade: 10 deques, com
dois bancos em cada um, com
reflorestamento
– Medida: em torno de 20
metros quadrados cada
TRAPICHE
– Custo: R$ 1 milhão
– Medida: 5m30cm de largura e 61m80cm de comprimento
– Localização: a mesma do antigo trapiche na Praça de Portugal, perto ao El Divino
– Conclusão: prevista para 23 de março
LIXEIRAS
– Custo: R$ 20 mil
– Quantidade: 100 unidades
MURO DE CONTENÇÃO
– Custo: R$ 5 mil
– Medida: 86 metros
– Localização: perto da Ponta do Coral, próximo ao Koxixo’s
GRAMA
– Custo: R$ 80 mil
– Medida: 15 mil metros quadrados
ENROCAMENTO
– Custo: R$ 4,5 milhões
– Medida: 52 mil metros cúbicos
– Localização: em toda a extensão da revitalização nos 3,5 quilômetros

(ROBERTA KREMER, DC, 31/01/2011)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *