Vida nova para o terminal
28/09/2010
AquaFair será realizada no mês de outubro em Florianópolis
29/09/2010

Governador inaugura primeiro prédio do Sapiens Parque

O governador Leonel Pavan participou nesta terça-feira (28), em Florianópolis, da inauguração do primeiro prédio do Sapiens Parque, o Inovalab. Na ocasião, também foram lançados oficialmente os editais para construção de outros oito prédios e para a sede do Centro de Referências em Farmacologia Pré-Clinica. “O que todos presenciamos hoje aqui é o investimento mais importante que já foi iniciado em Santa Catarina. Trata-se de um centro de tecnologia que vai gerar mais do que emprego e renda. Vai gerar milhares de empregos jovens. É uma nova era que começa”, enfatizou o governador.

Para Pavan, o Sapiens Parque é o primeiro passo para a criação de uma rede de parques tecnológicos em Santa Catarina. O diretor de Inovação da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Eduardo da Costa, representando o Ministério de Ciência e Tecnologia, aproveitou o momento para anunciar um lançamento de um novo edital para conceder recursos na ordem de R$ 40 milhões, não reembolsáveis, para projetos de tecnologia. “Penso que seja um primeiro empurrão para o início deste grande investimento”, afirmou. O presidente da Fapesc, Diomário Queiroz, considera que o Sapiens o resultado de uma visão estratégica do empreendedorismo. “É o momento da concepção de um sonho”, disse.

InovaLab – O InovaLab é um espaço de aproximadamente 2 mil metros quadrados destinados a abrigar e acelerar projetos inovadores estratégicos para o Sapiens Parque, os quais serão coordenados pela Fundação Centros de Referências em Tecnologias Inovadoras (Certi). De imediato, irão para o InovaLab o Laboratório do Instituto Sapientia, que abriga o show-room dos projetos da Seleção 14 Bis; e o Studium Sapiens, com empresas de mídia interativa e de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Com investimentos da ordem de aproximadamente R$ 1,5 milhão, o InovaLab é uma parceria entre Certi, Sapiens Parque e Governo de Santa Catarina, por meio da SC Parcerias e Codesc. O objetivo é reunir no mesmo lugar a indústria criativa, da tecnologia e da sustentabilidade, consideradas os principais pilares do Sapiens Parque. Nesse sentido, negociações com a UFSC, Udesc e o Instituto Técnico Naval já estão sendo feitas para que alguns de seus projetos sejam instalados naquele espaço.

O Centro de Referência em Farmacologia Pré-Clínica (CRF) do Sapiens Parque integrará a Fundação Centros de Referências em Tecnologias Inovadoras (Certi) e será coordenado por um dos mais renomados cientistas brasileiros na área, Prof. Dr. João Baptista Calixto.

O Centro funcionará como agente promotor do desenvolvimento e agregação de valor aos produtos farmacêuticos brasileiros, para diminuir a dependência da indústria nacional de fármacos em relação aos produtos oriundos do exterior.

Um total superior a R$ 6 milhões, oriundos do Ministério da Saúde, Ministério da Ciência e Tecnologia, e complementados com recursos do Governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), será destinado à construção do espaço físico e aquisição de alguns equipamentos. Estes se juntarão aos demais equipamentos altamente especializados do laboratório de Farmacologia Pré-Clínica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – também dirigido pelo Prof. Calixto – que serão transferidos para o CRF. Uma área de 5.300m² vai abrigar os laboratórios e incubar, inicialmente, 13 empresas da área da saúde.

(Secretaria de Estado de Comunicação, 28/09/2010)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *