Oficina Estadual de Avaliação dos Planos Diretores Participativos em Santa Catarina
16/08/2010
A onda verde
17/08/2010

Solução para trânsito na Ilha

Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, 14 e 15/08/2010)
Solução…
Entre as várias ideias em curso para solucionar a questão da mobilidade urbana em Florianópolis estaria a adoção de um chip, cujo uso seria obrigatório em todos os carros que ingressassem na Ilha de Santa Catarina. O chip conteria informações sobre a existência ou não de garagem ou estacionamento para o veículo. Caso não tivesse local adequado, o motorista disporia de um prazo de duas horas para permanecer na ilha. Não saindo após esse prazo, seria multado.
… para o caos
Mas, como eu disse, é apenas uma ideia. Meio maluca, é verdade, mas já discutida entre secretários do prefeito Dário Berger. Seria uma forma de desestimular o uso do automóvel e a utilização do transporte coletivo.
Às avessas
Sobre a questão de engenharia de tráfego em Florianópolis, Paulo Stodieck lembra uma nota que seu irmão, o inesquecível colunista Beto Stodieck, escreveu em O Estado, edição de 3 de abril de 1988, há mais de 22 anos, sob o título Às avessas: “Há certas coisas em FLN que realmente são casos de polícia – porém o trânsito não, é caso de engenharia…”. A nota está no livro “É Tudo Mentira”, página 98.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *