“Não fazemos estudos por fazer”
30/10/2009
Ecoturismo pouco explorado
30/10/2009

Dados são duvidosos

Ainda não dá para medir o que significou a realização do encontro do WTTC em Florianópolis, em maio deste ano, e qual foi a “mágica brasileira” que tornou possível um evento de tal magnitude na cidade. A opinião é de Jean-Claude Baumgarten, e o termo usado combina com o “ilusionismo” dos dados apresentados pelas instituições para a elaboração do relatório apresentado hoje.

O estudo, que deveria ter sido apresentado durante o encontro, só foi divulgado ontem devido à dificuldade na apuração dos dados, muitos conflitantes ou incompletos, inclusive os oficiais. Como exemplo, cita que a Polícia Federal não tem dados sobre entrada de turistas no Estado em 2008. Já a contagem das chegadas aéreas internacionais não inclui visitantes estrangeiros que entram em SC passando por outros estados, o que distorce as tendências.

A consultora Nancy Cockerell explicou a metodologia usada pela Oxford Economics no estudo. Em vez de focar somente na ocupação de hotéis, e passagens aéreas, foram somados os investimentos em infraestrutura, por exemplo, num total de 230 variáveis. Onde havia lacunas, foi feita uma estimativa ou aproximação.

Mesmo assim, o empresário e dono do Costão do Santinho Resort, Fernando Marcondes de Mattos, acredita que o estudo será de grande valia.

– As verdades têm que ser ditas por alguém credenciado e ninguém melhor que o WTTC.

(DC, 30/10/2009)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *