Moradores da Capital protestam contra instalação de estação de tratamento de esgoto no Sambaqui
16/02/2009
DP deve ter só 3 presos, diz juiz
17/02/2009

Observação de aves como opção para o turismo de SC

Do blog de Cacau Menezes (DC, 17/02/2009)

O desenvolvimento da Observação de Aves como opção de turismo para Santa Catarina ainda é novidade para os brasileiros, mas já é uma realidade em Itapoá, Litoral Norte do Estado. Motivados pelas diversas espécies, em extinção, da Mata Atlântica, muitos americanos e europeus conhecem mais a Reserva Volta Velha, refúgio da avifauna, do que os próprios catarinenses. O local é um dos principais locais para prática dessa atividade no Sul do Brasil. Os estrangeiros, a maioria vindos dos Estados, Unidos, Inglaterra, Alemanha e Espanha, desembarcam no Estado, em grupos ou sozinhos, durante a primavera e o verão, exclusivamente, para conhecer os pássaros raros da floresta da Reserva Volta Velha. O principal deles é a maria catarinense, um passarinho de apenas 10 centímetros de comprimento, responsável pela fama da reserva, entre os observadores de aves do mundo inteiro.

Um exemplo, é o inglês Alan Greensmith, que está há uma semana no local, percorrendo trilhas para ver a maria catarinense, espécie rara, pois é nativa daquele pedacinho da Floresta Atlântica, no litoral norte e é considerada criticamente ameaçada de extinção pela União Internacional para Conservação da Natureza e pelo Ministério do Meio Ambiente. Greensmith é um ornitólogo, pioneiro guia de observação. Já avistou 7 mil espécies em suas expedições ao redor do mundo.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *