Floripa no Bandeira Azul
20/02/2008
Cadê o Habite-se que deveria estar aqui?
21/02/2008

Amplia coleta de óleo de cozinha na Capital

O óleo de cozinha é um agente extremamente poluidor do meio ambiente, pois basta um litro para contaminar um milhão de litros de água. Na Capital, uma alternativa de sucesso para a coleta e reciclagem desse material vem sendo desenvolvida de forma pioneira pela Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF).
Desde 1998, mais de um milhão de litros deixaram de ser despejados de forma inadequada em bueiros e pias em razão do Programa ReÓleo. Agora, a iniciativa se amplia e todos podem colaborar, pois a ACIF instituiu oito Pontos de Entrega Voluntária e também iniciou a coleta em condomínios residenciais.
Os oitos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) do Programa ReÓleo abrangem praticamente todas as regiões da cidade. Por meio de uma parceria com o Posto Galo, é possível fazer a entrega nas filiais do Saco dos Limões, Rio Tavares, Lagoa da Conceição, Barra da Lagoa, Estreito e Centro.
Além desses, há postos na sede da ACIF Regional Ingleses e da Comcap, no Itacorubi. “A implantação dos PEVs atende uma demanda detectada e os resultados têm superado as expectativas”, afirma Marina Ballão, coordenadora do ReÓleo.
Entre os cerca de 800 estabelecimentos participantes estão restaurantes, shoppings, hotéis, hospitais, o curso de gastronomia do Cefet/SC e, agora, 26 condomínios residenciais. A coleta é gratuita e, para participar do programa, basta entrar em contato com a ACIF, por meio do telefone (48) 3224-3627 ou pelo e-mail reoleo@acif.org.br.
Lançado em bueiros, pias, vasos sanitários, o óleo de cozinha causa entupimentos, obstruindo canais de drenagem e contaminando o meio ambiente. Na água, provoca um aumento descontrolado no volume de microorganismos e algas, que consomem todo o oxigênio e causam a morte de peixes. Estimativas indicam que apenas 1% de todo o óleo utilizado no mundo recebe algum tipo de tratamento.
Todo o óleo recolhido no Programa ReÓleo é transportado para a empresa Ambiental Santos, do Paraná, que o utiliza como matéria-prima para a produção de fertilizantes, desmoldantes para a construção civil e óleo para corrente de moto-serra, entre outros usos.
A empresa também realiza todo o processo de reciclagem da água, em uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). Também é possível reciclar o óleo no processo de fabricação de sabão, tintas, cosméticos, produtos de limpeza e biodiesel.
Como acondicionar e separar o óleo
1 – Após a fritura, espere o óleo esfriar.
2 – Coloque em uma garrafa PET (de refrigerante), utilizando um funil com gaze, se possível, para separar os resíduos sólidos.
3 – Leve a garrafa para o PEV mais próximo de sua casa
Ponto de entrega voluntária continente
Posto Galo (Estreito)
Endereço: Rua Eurico Gaspar Dutra, 865
Fone: 3244-0057
(Folha de Coqueiros, Janeiro/Fevereiro de 2008)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

2 Comentários

  1. Douglas Lima Kistmann disse:

    Usina de Biodiesel móvel compacta
    Sou representante da primeira usina móvel e compacta de Biodiesel do Brasil. Você que coleta óleo, poderá agora transforma-lo em Biodiesel e vender como combustível, ou seja vai beneficiar seu produto e agregar valor.A custos bem mais em conta você adquire uma usina completa de Biodiesel com toda a tecnologia de ponta e uma acessória permanente e poderá trabalhar para voasse e até alugar sua usina. Peça maiores informações pelo telefone, 035 88026249 Douglas. Sem falar na glicerina.

  2. valdemir de oliveira machado disse:

    gostaria de saber quanto custa sua mini usina de reciclar oleo vegetale como faço pra montar uma , moro em Tupã SP. aguardo respostas. obrigado att: Valdemir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *