Cacau Menezes: Energia limpa
31/01/2008
Chuva provoca alagamentos e deslizamentos na Grande Florianópolis
01/02/2008

Florianópolis: Ilha de tentações

Apesar de o movimento turístico ser forte o ano inteiro, é no verão que Florianópolis consegue exibir sua melhor forma. Não para menos: a capital de Santa Catarina tem cem praias com atributos suficientes para conquistar os visitantes.
Sem mencionar o agito noturno, os passeios históricos e um sem-fim de opções gastronômicas. A ilha tem tudo para repetir os bons números do ano passado, quando recebeu quase 2 milhões de turistas no verão. “Foi a melhor temporada de todos os tempos em número de pessoas”, diz Mário Cavalazzi, secretário de Turismo.
Nessa época, o que não falta é gente jovem e bonita nas areias: mais de 70% dos visitantes têm entre 18 e 30 anos. Como a maioria chega até lá de automóvel, o trânsito se torna um problema sério em determinados horários. Deixe o stress de lado e pense que, pelo menos, há um belo cenário para admirar da janela do carro.
Leia mais
Lagoa da Conceição é o centro de tudo em Florianópolis
Os estreantes em Floripa não podem deixar de conhecer alguns lugares básicos, como o Mercado Municipal, na região central. Para não perder tempo (nem enfrentar a concorrência), corra até o Box 32 e conquiste sua cerveja gelada. Outro programa imperdível é a Lagoa da Conceição, com bares, restaurantes e muita gente na rua. Uma dica: evite o “centrinho” à noite. Congestionamento na certa.
As praias – como quase tudo por lá – ficam ao sul ou ao norte desse centrinho. Ao norte, estão as de águas mornas (mais quentes do que em outras áreas da ilha), com boa infra-estrutura hoteleira e muita tradição. É o caso das Praias de Jurerê, dos Ingleses, Canasvieiras e Sambaqui (a melhor para curtir um belo pôr-do-sol).
Na parte sul, estão as praias mais rústicas. Escolha entre Armação, Pântano do Sul e Lagoinha do Leste. Ou, então, invista na grande revelação da temporada, Riozinho do Campeche, que vem conquistando os surfistas com suas ondas.
O roteiro por Floripa não fica completo sem uma visita às ilhas das redondezas. Você pode chegar até elas de lancha ou de escuna. A mais famosa, Anhatomirim, guarda uma fortaleza construída por portugueses no século 17 para proteger a ilha dos espanhóis.
Não perca
– Um dia de sol na pouco explorada Riozinho do Campeche.
– Um happy hour durante o pôr-do-sol em um restaurante de Sambaqui.
– O agito noturno em um dos points da Jurerê Internacional.
Evite
– Pegar a estrada na hora do rush durante o verão
– Deixar as crianças sozinhas no mar forte das praias do sul.
– Fazer piadas sobre argentinos em Canasvieiras, freqüentada por eles.
(bemparaná, 31/01/08)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *