Cacau Menezes: “Mui amigo”
17/12/2007
Telespectador vai ter que esperar pela TV Digital em SC
17/12/2007

Artigo DC: “A cidade que queremos”.

Um grupo que ama Florianópolis, dos mais diversos setores da Capital, criou a ONG FloripAmanhã, sem fins lucrativos e que junto com inúmeros e valiosos voluntários trabalha para uma Florianópolis mais preservada, planejada, inovadora e segura.

Entre os vários projetos já implementados para Florianópolis está o objetivo primordial de fortalecer o programa “O Homem e a Biosfera” da Unesco, tendo como projeto-piloto a cidade de Florianópolis. Outro projeto significativo é a defesa da Lei de Gerenciamento Costeiro e o Plano de Ordenamento Náutico, além dos debates e apoio ao debate sobre o turismo e tecnologia, uma vocação local importante.

Um dos desafios da ONG é o de extrair o melhor dessas vocações, aliando-nos a políticas públicas e protagonismo social, objetivando alcançar uma sociedade mais sustentável. A sociedade e a ONG FloripAmanhã estão conscientes de que a qualidade de vida de Florianópolis é boa, mas já se comprova a fragilidade da Capital pela falta de planejamento, compromisso com o meio ambiente e um protagonismo desta sociedade e dos gestores públicos.

As questões são graves e já comprometem o bem-estar social e o futuro da cidade, exigindo um grande debate em busca de soluções nas diversas áreas que permitam desenvolver o grande potencial turístico e tecnológico.

A partir deste ano a FloripAmanhã entra na corrida para conquistar uma Bandeira Azul para Florianópolis na temporada 2008/2009. A Bandeira Azul é um selo de certificação ambiental para promover a qualidade de praias e marinas, e assim contribuir para melhoria dos ambientes costeiros. No Brasil, dez praias são candidatas, três de Florianópolis: Santinho, Jurerê e Mole.

Quem coordena o processo no país é o Instituto Ambiental Ratones (IAR), também de Florianópolis, que seleciona para cada praia-piloto uma ONG responsável por colocar em prática os 29 critérios estabelecidos pela FEE (Foundation for Environmental Education) – entidade que lançou o selo na França, em 1985.

DORVALINO FURTADO FILHO | Diretor de Comunicação da ONG FloripAmanhã

(Diário Catarinense, 17/12/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *