Meio ambiente
07/11/2007
Ibama fecha empresa de concretagem na Capital
07/11/2007

Crédito ambiental é debatido em SC

A partir de amanhã, a Capital reúne experts em créditos ambientais de todo o país com o objetivo de demostrar soluções para os problemas de poluição gerados pelas indústrias.

Até sexta-feira, o 2º Evento Brasileiro de Créditos Ambientais, mostrará como é possível transformar elementos poluidores em projetos de sustentabilidade e benefício financeiro. Dez instituições disponibilizaram profissionais para compor o ciclo de 11 palestras na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mais de mil pessoas são esperadas.

O Brasil é o quarto país mais poluído do mundo. De acordo com um dos organizadores do encontro, Maurício Bittencourt, são as queimadas e as indústrias que mais contribuem para este quadro.

– Por esta razão, o evento tem a preocupação em mostrar soluções ambientais para 91 elementos poluentes, e alternativas ambientalmente corretas como projetos de energia renovável, redução energética e sistemas de saneamento com mitigação de elementos poluentes.

Amanhã à noite, é realizado o curso de créditos ambientais, da elaboração do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). Atualmente o Estado conta com cerca de 50 projetos em andamento na área de créditos ambientais para participação no MDL do Protocolo de Kyoto.

Para seu filho ler

Os créditos de carbono são como uma moeda. As empresas que poluem mais a natureza têm que repassar este “dinheiro” para aquelas que não fazem mal ao meio-ambiente. Trata-se de algo novo, que existe há pouco tempo no mundo e também no Brasil. Foi a forma que se encontrou de tentar reduzir a destruição da natureza, já que as empresas que poluem vão tentar mudar, para não ter que gastar seu dinheiro.

(Ariadne Niero, DC, 07/11/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *