Acesso à orla
21/09/2007
Conferência Regional do Meio Ambiente debate mudanças climáticas
24/09/2007

Governador Luiz HenriqueA FloripAmanhã está lançando uma série de entrevistas com personalidades que participam dos rumos da cidade. São seis perguntas que buscam a opinião dessas pessoas sobre o futuro de Floripa. Nosso primeiro convidado é o governador Luiz Henrique, que aponta como “O grande projeto” a revitalização da Ponte Hercílio Luz e a implantação do metrô de superfície. Confira a íntegra.

Governador Luiz HenriqueA FloripAmanhã está lançando uma série de entrevistas com personalidades que participam dos rumos da cidade. São seis perguntas que buscam a opinião dessas pessoas sobre o futuro de Floripa. Nosso primeiro convidado é o governador Luiz Henrique. Confira:

1. O que fazer imediatamente:
A Ilha se ressente de opções para o escoamento do trânsito e, para enfrentar o problema, estamos desenvolvendo projetos alternativos, como a recuperação da Ponte Hercílio Luz, a viabilização de um metrô de superfície que passará por ela e faremos, ainda neste ano, a licitação de um sistema de transporte hidroviário. Outra necessidade é o saneamento básico em toda a área insular, no qual estamos investindo recursos próprios e obtendo financiamentos internacionais. A construção de um centro de eventos de Florianópolis, na Baía Sul, será uma nova referência na cidade e ajudará a movimentar a economia durante o ano todo – a exemplo do que já acontece em Joinville e começa a acontecer em Blumenau.

2. O que não fazer nunca:
Não se pode deixar de investir na cidade por conta daqueles que são eternamente contra o desenvolvimento.

3. O grande projeto:
A revitalização da Ponte Hercílio Luz e a implantação do metrô de superfície, que passará pelo principal cartão-postal da cidade, irão revolucionar o transporte entre o continente e a Ilha de Santa Catarina.

4. Um pedacinho de terra (seu lugar preferido na Ilha):
Todos! Seria uma injustiça de minha parte eleger apenas um ponto desta terra abençoada por Deus como o meu preferido. Florianópolis é realmente um sucesso.

5. Viver bem Floripa é:
Aproveitar o contato permanente com o mar que a vida em Florianópolis proporciona. Este é, sem dúvida, o grande patrimônio da cidade.

6. Sou FloripAmanhã porque:
É muito importante buscarmos a união de esforços. A FloripAmanhã nos faz pensar sobre o futuro que queremos para esta Capital e para esta Ilha sem igual.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

4 Comentários

  1. Mario d Acampora disse:

    Decepcionante. O que esperar de um governante que vê na revitalização de uma ponte (sei que é um patrimônio histórico) o “grande projeto”? Por mais caro que seja, trata-se de um serviço de preservação apenas. Precisamos de ousadia!

  2. Maquian disse:

    Sanear a cidade, é talvez o maior projeto de nessecidade imediata em nossa cidade.
    Acredito ser inconcebivel um pedacinho de terra perdido no esgoto e na falta de politicas publicas sanitárias sérias.

    Entendo que isso não gera voto, pq afinal esgoto não aparece em cartão postal.

  3. Fábio Ritzmann disse:

    Precisamos é de gente comprometida em trabalhar cumprindo as promessas e programas de governo, buscando a melhor e mais eficiente forma de fazê-lo. As pessoas são eleitas pelo povo que acreditou nisto. Preservar patrimônios e promover saneamento básico são, ou deveriam ser, obras rotineiras. Porém têm que ser valorizadas. Vamos em frente. É isso!

  4. Mário d'Acampora disse:

    Postei um comentário há quase 1 ano e quase nada foi acrescentado, embora os poucos comentários tenham sido procedentes. Ainda com relação ao nosso governador, paira uma dúvida sobre o projeto do metrô de superfície: gostaria de saber como será vencida a diferença de nivel entre a ponte Hercílio Luz e a avenida beira mar continental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *