Roubar?
03/09/2007
Estrelas na Eco Power
03/09/2007

Catarinenses são padrão de turismo

Três cidades de Santa Catarina estão entre os 65 destinos turísticos do Brasil definidos pelo governo federal como de padrão de qualidade internacional. Balneário Camboriú, Florianópolis e São Joaquim foram inseridas no Programa de Regionalização do Turismo, e terão prioridade no recebimento de investimentos técnicos e financeiros direcionados ao setor.

Os destinos indutores do desenvolvimento turístico regional foram divulgados sexta-feira, no Rio de Janeiro, pela ministra do Turismo, Marta Suplicy. Cada um tem como principal característica a capacidade de atrair e distribuir um significativo número de turistas para o seu entorno e dinamizar a economia da região na qual estão inseridos.

Todos os Estados brasileiros têm destinos selecionados. Através do programa, será feita a estruturação de roteiros turísticos intermunicipais, com base nos princípios da cooperação, integração e sustentabilidade ambiental, econômica, sócio-cultural e político-institucional. O objetivo é que, até o fim de 2008, 15 dos 65 destinos estejam estruturados e tenham alcançado o padrão de qualidade internacional, por meio da atuação do Ministério do Turismo e suas instituições parceiras, nos âmbitos nacional, estadual, regional e municipal.

Os resultados

Os 65 destinos turísticos do Brasil
MACRORREGIÃO SUL
SANTA CATARINA: Balneário Camboriú, Florianópolis e São Joaquim
RIO GRANDE DO SUL: Bento Gonçalves, Gramado e Porto Alegre
PARANÁ: Curitiba, Foz do Iguaçu e Paranaguá (Ilha do Mel)
MACRORREGIÃO SUDESTE
ESPÍRITO SANTO: Vitória
MINAS GERAIS: Belo Horizonte, Diamantina, Ouro Preto e Tiradentes
RIO DE JANEIRO: Angra dos Reis, Armação dos Búzios, Parati, Petrópolis e Rio de Janeiro
SÃO PAULO: Ilhabela e São Paulo
MACRORREGIÃO
CENTRO-OESTE
DISTRITO FEDERAL: Brasília.
GOIÁS: Alto Paraíso (Chapada dos Veadeiros), Caldas Novas, Goiânia e Pirenópolis
MATO GROSSO: Cáceres (Pantanal Norte) e Cuiabá
MATO GROSSO DO SUL: Bonito, Campo Grande e Corumbá (Pantanal Sul)
MACRORREGIÃO NORDESTE
ALAGOAS: Maceió e Maragogi
BAHIA: Lençóis, Maraú, Mata de São João, Porto Seguro (Arraial DÁjuda, Trancoso, Caraíva) e Salvador
CEARÁ: Aracati (Canoa Quebrada), Fortaleza, Jijoca de Jericoacoara e Nova Olinda (Cariri)
MARANHÃO: Barreirinhas e São Luís
PARAÍBA: João Pessoa
PERNAMBUCO: Fernando de Noronha, Ipojuca (Porto de Galinhas) e Recife
PIAUÍ: Parnaíba (Delta), São Raimundo Nonato (Serra da Capivara) e Teresina
RIO GRANDE DO NORTE: Natal e Tibau do Sul (Pipa)
SERGIPE: Aracaju
MACRORREGIÃO NORTE
ACRE: Rio Branco
AMAZONAS: Barcelos, Manaus e Parintins
AMAPÁ: Macapá
PARÁ: Belém e Santarém (Tapajós)
RONDÔNIA: Porto Velho
RORAIMA: Boa Vista
TOCANTINS: Mateiros e Palmas
Fonte: Ministério do Turismo

(Paulo Gomes, DC, 02/09/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *