Florianópolis: município deve seguir Plano Diretor de 97 para licenças no Santa Mônica
01/08/2007
Como nascem nossas ruas
01/08/2007

Moradores do Norte da Ilha criam unidade contra o crime

Em busca de tranqüilidade, moradores do Norte da Ilha, em Florianópolis, criaram uma unidade anticrime incomum no Estado.

A Central de Segurança, como foi batizada, conta até com monitoramento por câmeras giratórias de zoom, equipamento caro que ajuda a inibir a criminalidade.

A unidade surgiu de uma parceria entre o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) que abrange as praias da Daniela, Forte, Jurerê e Ratones, a Associação de Moradores de Jurerê Internacional e a construtora Habitasul.

A Central ocupa um imóvel de 93 metros quadrados, localizado no balneário de Jurerê Internacional, e nela trabalham vigilantes pagos por moradores.

– Quando a comunidade se organiza, o espaço para a criminalidade fica cada vez menor – disse Rubens Silveira, presidente do Conseg.

No campo público, o Norte da Ilha de Santa Catarina tem duas delegacias da Polícia Civil e três bases da Polícia Militar. O esquema recebe reforço na temporada.

Atuação de Consegs ajuda na segurança

O Conseg do Norte da Ilha existe desde 2002. E já criou outros projetos anticrime, como o Programa Vizinho Solidário, pelo qual os moradores de uma determinada rua se encarregam de vigiar a casa do vizinho em caso de viagem e afins.

Para o coronel da Polícia Militar Emilson Carlos de Souza, coordenador estadual de Polícia Comunitária, os Consegs são uma arma potente contra o crime.

– O foco dos Consegs é trabalhar as causas, não as conseqüências. Evitar que o problema aconteça – disse.

Para ser aberto, o Conseg precisa ter a participação de um representante da Polícia Civil e de um representante da Polícia Militar.

Projetos caros, como a Central de Segurança aberta no Norte da Ilha, são minoria. A maior parte das iniciativas se refere a pequenos ajustes, como aconteceu em Angelina, na Grande Florianópolis, meses atrás: o Conseg fez uma campanha para evitar que os moradores guardassem dinheiro em casa, e o número de roubos caiu.

Fique por dentro

260 é o total de Consegs em SC
Dos 293 municípios do Estado,
137 têm Consegs
Desde 2002 existem Consegs em SC
Fonte: Polícia Militar

(Jeferson Bertolini, DC, 01/08/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *