Exemplo a imitar
01/03/2007
Agenda da Ong: 05 à 09 de março
01/03/2007

Mais de 50 empresários já aderiram ao Programa “Adote uma da Praça”. O projeto é uma parceria da Prefeitura de Florianópolis com a ONG Floripa Amanhã e tem como um dos principais objetivos aproximar mais a classe empresarial do poder público. “Além de transformar a cidade num belo jardim, o adotante utiliza o logradouro para fazer publicidade”, ressaltou o superintende da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram) Francisco Rzatki.

Depois de assumir o compromisso, o adotante fica responsável pelo logradouro fazendo periodicamente a manutenção e revitalização no local. A Floram entra com o suporte técnico avaliando o projeto paisagístico, orientando o tipo de planta que deve ornamentar o espaço e fiscalizando o logradouro.

Para aderir ao projeto, o interessado deve entrar em contato com a Floram pelo telefone (48) 3225 0322 e procurar pelo gerente de Praças e Arborização Pública, Luiz Pazine. É ele quem determina o logradouro que está passível para ser adotado. Na seqüência, o interessado assina um termo de adoção do Espaço Público, autorizado pelo superintendente da Floram e pelo prefeito de Florianópolis, Dário Berger .

As praças, canteiros centrais e rótulas adotadas pela iniciativa privada estão sendo bem aceitos pela comunidade. Um exemplo é Ingleses, onde oito empresários se reuniram e adotaram todos os logradores da área central do balneário.

Perenes e anuais

Nos demais logradouros que ainda não foram adotados, a Floram continua fazendo a revitalização com o plantio de perenes e anuais. Além disso, o superintendente da Floram afirmou que o projeto para este ano é distribuir à população mais de 200 mil mudas. Francisco Rzatki comentou que há muito pedidos de mudas árvores nas escolas municipais. “Estamos distribuindo Aroeiras Mansas, Sibipiruna, Quaresmeira, Ipê Rosa e outras espécies que dão sombra”. Já nos logradouros, a Floram está plantando mudas de Petúnias, Tagetes, Sálvias, Marias Sem Vergonha, Aulzinhas e outras espécies nativas.

Todas as mudas são produzidas nos Hortos do Parque Ecológico do Córrego Grande e Municipal do Ribeirão da Ilha. Em 2005 os dois hortos produziram 112 mil mudas, no ano seguinte à produção subiu para 132 mil e para este ano a intenção é distribuir mais de 200 mil mudas, projetou o superintendente da Floram Francisco Rzatki.

(Colombo de Souza, PMF, 28/02/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *