Governo Federal distribui kit de educação ambiental
14/03/2007
Fatma entrega licença ambiental para shopping
14/03/2007

Celesc: saída contra apagão

Da coluna de Estela Benetti (DC, 14/03/2007).

Se o Ibama demorar mais de dois meses para liberar a licença ambiental de instalação da nova linha de transmissão de energia à Ilha de Santa Catarina, que está sendo feita pela Eletrosul, a Celesc vai buscar uma solução alternativa para fornecer energia a Florianópolis. O plano é instalar uma nova linha de transmissão de 138 KV na Ponte Pedro Ivo Campos, informou ontem, à coluna, o presidente da empresa, Eduardo Pinho Moreira.

– As linhas atuais que atendem a Ilha estão no limite da capacidade. Tivemos falta de energia no Norte da Ilha no último Réveillon, e o consumo, em janeiro, aumentou 30% frente a janeiro do ano passado. Além disso, a cidade está crescendo, vai inaugurar um novo shopping dia 29 – justificou Moreira.

O presidente da estatal enfatiza, no entanto, que não vai faltar energia. Se algum problema ocorrer, a linha emergencial instalada no apagão de outubro de 2003 poderá ser usada. A linha que atende a Trindade está mais sobrecarregada.

A nova ligação na ponte necessitaria de investimento da ordem de R$ 30 milhões e demoraria cerca de um ano para ser concluída. Outra medida urgente do presidente da Celesc será reunião com o prefeito Dário Berger para desapropriar área que a empresa vai escolher para construir a nova subestação, no Centro de Florianópolis.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *