Mercado Público
01/11/2006
Moradores de rua retirados do Centro
01/11/2006

Esgoto clandestino é encontrado na Lagoa

Pedro Manoel, proprietário de um supermercado na Rua Rita Lourenço Silveira, na Lagoa da Conceição, na região Leste de Florianópolis, ficou surpreso com o que encontrou durante as obras de ligação de esgoto de seu estabelecimento na rede geral: uma ligação de esgoto clandestina, que se encontra com a rede fluvial. Os dejetos que passam através da obra inadequada desembocam no trapiche da Lagoa, ao lado da ponte.

Segundo Manoel, há muito tempo os dejetos estão sendo depositados nas águas da Lagoa.

– Há todo tipo de dejeto, até mesmo cabeças de peixes – relatou.

De acordo com Manoel, já foi feito contato com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), mas não obteve retorno.

– Eu falei com o departamento de engenharia, mas disseram que nada podem fazer – disse Manoel.

Conforme disse o engenheiro e assessor da Diretoria de Operação da Casan, Jair Sartorato, há alguns anos a empresa está tentando identificar quais são os pontos clandestinos no esgoto.

– Nas investigações não tínhamos conseguido achar os pontos irregulares, mas após essa descoberta por acaso, poderemos resolver o problema de poluição na Lagoa – afirmou o engenheiro.

Sartorato afirma também que a Casan irá agir juntamente com a Vigilância Sanitária Municipal, para apurarem quem são os responsáveis pelo esgoto clandestino, e em seguida, os autuarão.

Já a Vigilância Sanitária Municipal foi contatada, mas a pessoa responsável não foi encontrada pela reportagem.
(Marion Barbosa, DC, 01/11/2006)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *