Entidades querem manter veto
08/08/2006
Atividades do Projeto Tamar serão reduzidas drasticamente
09/08/2006

Começa nova fase da reforma da Hercílio Luz

Com 20% do trabalho concluído no viaduto da parte insular, a recuperação da Ponte Hercílio Luz entra hoje em seu 168º dia de obras. Nesse estágio, a retirada dos andaimes chama a atenção de quem avista o cartão-postal mais importante de Florianópolis.

Na parte insular, foram eliminados os cinco andares de madeira, que serviam de suporte havia mais de 10 anos para serviços de manutenção, sinalizando que a recuperação da estrutura metálica da parte de acesso à Ilha está concluída. A partir de agora, os trabalhos se concentram em sua base.

Mais de 90 funcionários estão envolvidos na obra. A primeira etapa do projeto (dois acessos da ponte) deve ser entregue em dezembro.

De acordo com o assessor técnico da diretoria de operações do Deinfra, Cássio Magalhães, o projeto sofre mudanças de acordo com o andamento da obra. Muitas peças que constam no papel para serem substituídas, por estarem oxidadas, passam por recuperação.

– Não tem sentido trocar toda a estrutura – diz.

Ele não sabe dizer em quanto isso vai reduzir custos da reforma, orçada em mais de R$ 100 milhões.

Até o ano que vem, a Hercílio Luz ganha uma mudança em seu cenário atual. Para a recuperação das duas torres principais, os apoios poderão aumentar a estrutura atual em até cinco metros. O vão pênsil, com 339 metros de comprimento, entra na última fase de recuperação.

Travessia deve ser reaberta em 2009

A previsão é de que a travessia seja reaberta em 2009. A primeira revisão de pintura será feita após cinco anos de uso e a avaliação da estrutura, em 10 anos.

– Toda a estrutura metálica contará com manutenção e tratamento permanente para evitar a oxidação – conta Magalhães.

Com quase 820 metros de comprimento, a ponte Hercílio Luz é a maior ponte pênsil do Brasil. Em 1989, ela acabou interditada para o trânsito de veículos por apresentar risco de desabamento, visíveis até hoje.
(Ariadne Niero, DC, 09/08/2006)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *