Crescimento imobiliário inviabiliza Cidade das Abelhas
07/08/2006
A lei sou eu
08/08/2006

O prefeito Dário Berger (PSDB) e o presidente da Câmara de Vereadores da Capital, Marcílio Ávila (PMDB), voltaram a se reunir ontem com o Ministério Público Federal (MPF) para tentar destravar o processo de construção do novo terminal do Aeroporto Internacional Hercílio Luz. A Empresa de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero) já garantiu a construção, mas os acesso ficaram a cargo do Estado. O problema é que a construção desses acessos, na área conhecida como Fazenda da Ressacada, esbarra em empecilhos jurídicos e ambientais. “Na sexta-feira teremos nova reunião com a participação do Ministério Público e do Departamento de Infra-estrutura do Estado (Deinfra)”, disse Ávila.

O impasse em relação às obras dos acessos começou em 2001. Parte da área por onde passaria a nova estrada em direção ao aeroporto pertence à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que legalmente não pode doar o terreno ao Estado. A UFSC busca permuta para a área, utilizada em projetos de pesquisa. A região ainda envolve áreas sensíveis, como mangue, e a preocupação do MPF é com o impacto ambiental da obra.
(A Notícia, 08/08/2006)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *