Revisão do plano diretor pelo Ipuf começa a ser feita em julho
22/06/2006
Mercado público do Norte da Ilha é pedido
22/06/2006

A audiência pública para discussão do projeto de alargamento da praia de Canasvieiras está prevista para julho, numa data a ser marcada pela Fundação de Meio Ambiente do Estado (Fatma), que já tem em mãos os projetos técnicos, o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima). O anúncio foi feito ontem pelo prefeito Dário Berger (PSBD) durante uma etapa do projeto Prefeitura nas Comunidades, realizado num restaurante de Canasvieiras.

“Essa é a nossa principal reivindicação, junto com a do centro de convenções”, destacou o presidente da seccional da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif-Canasvieiras), Murilo Vasco Gondim. Numa segunda etapa, serão engordadas as praias de Cachoeira do Bom Jesus e Ponta das Canas, que integram a grande enseada de Canasvieiras. Durante a audiência a ser marcada pela Fatma, poderão ser feitas críticas e sugestões ao projetos e EIA-Rima que vão servir de subsídios para análise pelo órgão e posterior liberação das licenças.

Cerca de 200 pessoas participaram do encontro de ontem, representando aproximadamente 100 entidades comunitárias e empresariais, além de diretores de escolas e postos de saúde, padres, intendentes e membros de conselhos de segurança comunitária da região, entre outras lideranças. “Foi uma oportunidade para as pessoas expressarem seus sentimentos e reivindicações”, destacou o secretário de Governo da Prefeitura da Capital, Gean Loureiro.

Os dois temas centrais das intervenções foram a segurança pública e o saneamento básico, problemas que prejudicam as atividades turísticas do balneário, principalmente durante as temporadas de verão. “Além disso”, destacou Loureiro, “muitas pessoas apresentaram reivindicações de menor monta e que podem ser atendidas sem problemas”, salientou. “Os outros pleitos que exigem maior investimento vão ser contemplados no orçamento de 2007”, informou o secretário.
(Celso Martins, A Notícia, 22/06/2006)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *